Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \29\UTC 2007

Apenas comentários…

futebol-0001-800.jpg

É, eu também vou falar de futebol por aqui. Só porque eu sou muito metida e acho que entendo alguma coisa da vida, de mim e, claro, de futebol.

Olha essa notinha da Folha de SP:

O goleiro Fábio Costa foi acusado por um rapaz de ter provocado um acidente de trânsito ontem à tarde, após ter sido chamado de “frangueiro”. De acordo com informações registradas na polícia, o goleiro teria jogado o carro em cima da moto dirigida pelo rapaz e não parou para prestar socorro.

No boletim de ocorrência registrado no 7º DP de Santos, Bruno Santos de Paula, 21, afirma ter emparelhado sua moto com o carro de Fábio Costa no trânsito e falado ao goleiro: “E aí, frangueiro?”.

A partir daí, Fábio Costa teria perseguido o rapaz e, em determinada altura do bairro do Gonzaga, jogado seu Land Rover prata em cima da moto dirigida por Bruno, que acabou machucando a perna direita com a batida.

É um marginal ou não é? okey, não vou perder tempo com ele…

….

Copa América: Roque Santa Cruz joga muito. Dále Paraguai… Argentina fez a lição de casa – coisa difícil pro Brasil. Fred cortado, Doni continua, Maicon continua, a luz lá no fundinho tá quase apagando. Óbvio que passa da primeira fase… eu botando fé no Diego e ele continua o maior cai-cai dos últimos séculos. Robinho joga muito, mas a bola não chega. Que chute de primeira do Afonso, que é aquilo? Chuta muito. E o gol mais perdido que eu já vi? Pecado até…

Tricolor: Joguinho bem no diminutivo lá em Florianópolis. Fiqueira zero, tricolor idem. Dagol até que tentou, mas o negócio não foi. Ilsinho também tentou, mas na mesma moleza de sempre. Aloísio bem marcado. Não tomar gol e um empate fora de casa não é dos piores.  

Só um parênteses sobre a alegria de momentos como esse: samba ao vivo, futebol no telão, cerveja na mão? Chatooooo….

Read Full Post »

Nada como uma noite mal resolvida pra trazer inspiração. Eu já decidi minha vida depois dos 25. Já escolhi com quem vou ficar, já até fechei um acordo. Tenho mais 3 anos pra aproveitar. Esse é o trato. Aproveito daqui e ele de lá. Enquanto isso vou constatando verdades sobre os homens, os relacionamentos, as amizades e sobre mim, claro.

É verdade que só quero porque não tenho. É verdade que invento grandes paixões sem trocar um simples “oi”. É verdade também que todos querem a mesma coisa – e obviamente não é me conhecer melhor. É verdade também que nenhuma verdade vem à tona com certa quantidade de cerveja e luzes piscando. Por isso sou criativa e invento tanto. Invento o contato. Invento os olhares. Invento até a pegada…

Almas criativas e engraçadas. Essa é a fórmula. Não sei se da felicidade, da acomodação ou da enrolação. Só sei que mais uma noite passa e eu já viajo pra outra. “Num beijo molhado ninguém se conhece / no momento é só prazer / depois de um adeus / quando o dia amanhece…eu começo a sofrer / aí que desperta a paixão no meu peito / e acelera o meu coração” (Baixa essa guarda – Revelação) – eu e os meus pagodes super poéticos…

Continuo bocó. Mas cheia de histórias pra completar. Cheia de histórias pra inventar. Cheia de histórias pra acreditar.    

Read Full Post »

adrianafalcao.jpg

Li e reli milhares de textos por aí pra ver se achava aquele jeito que eu tinha pra sair escrevendo por aí. Estou em crise. Crise literária. Quanto mais eu leio, mais me inspiro, mais amo as palavras e mais me acho incapaz. Como eu queria ter escrito isso:

“Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue. Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo”

E isso:

“Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer, mas acha que devia querer outra coisa. Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára”

Tudo da Adriana Falcão. E tem mais os textos da Tati Bernardi. A Louca da Casa, da Rosa Montero; Aritmética, da Fernanda Young; tudo da Clarice Lispector, Fernando Pessoa, Nelson Rodrigues… Eu me inspiro, transpiro e nada. Os assuntos ficam incompletos aqui dentro. Não sei o que penso. Às vezes concordo, no mesmo minuto discordo. Tenho argumentos pra tudo, só preciso de uma opinião pra saber tudo contra ela. Argumentarei com tamanha segurança que no final estarei contra mim mesma, por ter me convencido.

Tudo se resume a segurança e insegurança. Basicamente isso.

*Foto: Adriana Falcão. Escreve muito. Dá uma fuçada aí no google pra ver se eu não tenho razão…

Read Full Post »

Estou criando mais um blog pra ver se consigo voltar a escrever como antes. Não sou como antes. Não penso como antes. Não sonho como antes. Mas a necessidade de escrever me corrói. Me implora. Me obriga!

Read Full Post »